A importância do voto útil na CDU em Santa Crruz

A CDU realizou ações de campanha eleitoral nas zonas altas da freguesia de Santa Cruz, onde o candidato Dírio Ramos percorreu "as zonas longe dos 'tapetes de betão' para encher olho, que servem para os governantes fingirem que trabalham muito......

A importância do voto útil na CDU em Santa Crruz
A CDU realizou ações de campanha eleitoral nas zonas altas da freguesia de Santa Cruz, onde o candidato Dírio Ramos percorreu "as zonas longe dos 'tapetes de betão' para encher olho, que servem para os governantes fingirem que trabalham muito... e sacar votos. Aqui, nas zonas altas, encontramos ribeiras entupidas, veredas em estado lastimável, pessoas a morar em barracas, algumas alcoolizadas, esgotos a céu aberto, poios abandonados, terra sem água de rega, terrenos por limpar com materiais excelente para incêndios... Estamos na área do não desenvolvimento, da falta de saneamento e de transportes insuficientes". Dírio Ramos teceu críticas às incoerências e contradições do JPP e do PS na Câmara de Santa Cruz: "Há 10 anos o JPP pedia a revisão do PDM (eles com o PS), no tempo em que estavam na oposição, mas tinham 4 vereadores contra 3 do PSD. De que serviram naquela altura os vereadores do JPP e do PS? Até votaram a favor dos orçamentos do PSD. São todos iguais! Quando a CDU tinha representantes na Assembleia Municipal e nas freguesias, os eleitos da CDU votaram contra as negociatas do PSD/JPP/CDS/PS. Fomos contra o PSD, somos contra o JPP no poder com a totalidade dos vereadores".  O candidato da CDU diz ainda não compreender a posição do PS. "A candidata do PS fez parte da candidatura do PS de 2017, de Claúdio Torres... Nós perguntamos, o que fez o PS de oposição ao JPP durante estes 4 anos? Que saibamos nada. Porque razão a candidatura do PS, nem uma palavra exige ao Governo da República sobre a necessidade do Novo Tribunal de Santa Cruz, nem sobre a esquadra da PSP para o Caniço? Será que PS tem algum acordo secreto com o JPP?". Dírio Ramos sublinhou a importância de garantir eleitos da CDU: "Falemos claro, para a CDU o Município tem competências especificas que não as cumpre: investir em saneamento básico, promover a habitação social e a preços controlados, garantir a água potável, a água de rega para a agricultura, e a proteção civil, entre outras funções. Mas, deve o município exigir à República, tribunais, esquadras de polícia etc. Deve, por isso, o Município exigir do Governo Regional, as questões da saúde, da Segurança Social, da educação, dos transportes, da orla costeira etc... Estas são competências que o Município não tem sabido colocar. E será com eleitos da CDU que estas justas reivindicações podem ser colocadas". O candidato da CDU aproveitou para criticar o PS de António Costa, hoje na Madeira: "Hoje está na Madeira o Primeiro Ministro e Presidente do PS. Virá, de certeza, falar com os regedores dele e vai fazer promessas (que as levará o vento), virá falar "da bazuca" (que neste momento não tem pólvora). E eu pergunto a António Costa: 1 – Para quando a resolução do subsídio de insularidade aéreo e terrestre? 2 - Onde está o ferry todo o ano? 3 - Em que fase está o projeto do Tribunal de Santa Cruz e a esquadra do Caniço? 4 - Qual a solução que a República tem para a resolução dos problemas técnicos do aeroporto com os limites de velocidade e dos ventos e do pagamento do IMI?". O candidato da CDU apelou ao voto certo: "A população precisa de eleitos da CDU em todos os órgãos autárquicos, nas freguesias, na Assembleia Municipal e na vereação em Santa Cruz. Seria um desastre ter o sistema de "partido único JPP". Com o JPP como partido único em Santa Cruz passaria ainda a ser pior a prática do saco de dinheiro onde todos se alimentam do erário publico, o local da panela de favores onde se compram os votos a troco de cabazes. Assim, das zonas altas de Santa Cruz apelamos ao voto útil na CDU, o voto de quem não desiste da luta e da defesa dos direitos do povo".