África com 215.265 mortos e mais de 2,4 milhões de infetados

 África regista 215.265 mortos devido à covid-19 desde o início da pandemia e 2.420.043 infetados, de acordo com os dados oficiais mais recentes. Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de...

África com 215.265 mortos e mais de 2,4 milhões de infetados
 África regista 215.265 mortos devido à covid-19 desde o início da pandemia e 2.420.043 infetados, de acordo com os dados oficiais mais recentes. Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de recuperados foi revisto em baixa para 7.494.079, devido a uma correção dos números de Marrocos. A África Austral continua a ser a região mais afetada do continente, com 3.910.030 casos e 110.546 óbitos associados à covid-19. Nesta região, encontra-se o país mais atingido pela pandemia, a África do Sul, que contabiliza 2.915.560 casos e 88.562 mortes. O Norte de África, que sucede à África Austral nos números da covid-19, atingiu hoje 2.561.492 contágios pelo vírus SARS-CoV-2 e 69.082 mortes associadas à covid-19. A África Oriental contabiliza 1.035.715 infeções e 22.319 mortos, e a região da África Ocidental regista 655.660 casos de infeção e 9.743 mortes. A África Central é a que tem menos casos de infeção e de mortes, 257.146 e 3.575 respetivamente. A Tunísia, o segundo país africano com mais vítimas mortais a seguir à África do Sul, regista 25.082 mortes e 710.637 infetados, seguindo-se o Egito, com 17.884 óbitos e 316.711 casos, e Marrocos, com 941.446 contágios, mas menos mortes do que os dois países anteriores, 14.533 óbitos associados à doença. Entre os países mais afetados estão também a Etiópia, com 6.169 vítimas mortais e 358.345 infeções, a Argélia, com 5.867 óbitos e 205.106 pessoas infetadas, e o Quénia, com 5.210 mortes associadas à doença e 251.803 contágios acumulados. Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique contabiliza 1.925 mortes associadas à doença e 151.080 infetados acumulados desde o início da pandemia, seguindo-se Angola (1.660 óbitos e 62.606 casos), Cabo Verde (347 mortes e 38.006 infeções), Guiné Equatorial (155 óbitos e 12.840 casos), Guiné-Bissau (141 mortos e 6.129 infetados) e São Tomé e Príncipe (56 óbitos e 3.613 infeções). O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.