Autoridades checas ponderam reintroduzir estado de emergência

A República Checa pondera declarar o estado de emergência para conter a pandemia de coronavírus, disse hoje o novo ministro da Saúde checo, o epidemiologista Roman Prymula, durante a sua primeira aparição perante os meios de comunicação após...

Autoridades checas ponderam reintroduzir estado de emergência
A República Checa pondera declarar o estado de emergência para conter a pandemia de coronavírus, disse hoje o novo ministro da Saúde checo, o epidemiologista Roman Prymula, durante a sua primeira aparição perante os meios de comunicação após assumir o cargo. "É possível ditar medidas fora do estado de emergência. Parece que sim. E não temos intenção de declarar isso imediatamente. Mas pode acontecer em uma ou duas semanas", disse Prymula, que também faz parte do gabinete de crise, numa conferência de imprensa. Prymula substituiu Adam Vojtech, que renunciou na segunda-feira, depois de receber inúmeras críticas de políticos e especialistas à sua gestão na segunda onda da pandemia de covid-19. O ministro reconheceu que, durante a desaceleração do confinamento, o seu país "relaxou as medidas mais do que no restante da Europa" e agora "é lógico que se deve impor novamente medidas restritivas", embora tenha descartado medidas que afetem a economia. Nas últimas 24 horas ocorreram 1.476 novas infeções no país, elevando o número de ativos para 24.817 pessoas, das quais 494 estão hospitalizadas, enquanto no país, com uma média de 200 infeções ativas por 100.000 habitantes, continua a ser o segundo mais afetado na União Europeia (UE), atrás apenas da Espanha.