Bispo pede aos fiéis que se deixem “converter pelo Espírito”

Na homilia da missa do domingo de Pentecostes, 50 dias depois da Páscoa, celebrada na Sé do Funchal, o Bispo do Funchal falou sobre “Baptizados no Espírito”. Nuno Brás explicou que “todos os seres humanos são diferentes uns dos outros: somos...

Bispo pede aos fiéis que se deixem “converter pelo Espírito”
Na homilia da missa do domingo de Pentecostes, 50 dias depois da Páscoa, celebrada na Sé do Funchal, o Bispo do Funchal falou sobre “Baptizados no Espírito”. Nuno Brás explicou que “todos os seres humanos são diferentes uns dos outros: somos únicos, criados por Deus, amados por Ele, pensados por Ele desde toda a eternidade”. Salientando, que “no momento do seu baptismo, o cristão passa a trazer consigo a Cristo, a viver “revestido de Cristo”: o Espírito do Senhor tomou conta da sua vida, como uma realidade indelével, que ninguém jamais poderá apagar”, pode ler-se, no texto da homilia publicado na página da Diocese do Funchal. No mesmo texto, o Bispo explica que “esse é o tesouro que cada baptizado transporta consigo: a vida no Espírito; a vida de ressuscitado; a vida de filho de Deus, fazendo para sempre uma com a vida de Jesus Cristo”. O responsável pela Igreja madeirense lamenta que muitos vivem “ignorando tudo isso”. Acentua, que “infelizmente, a maioria dos nossos cristãos vive desse modo, ignorando o tesouro de que é portador. Mas que triste figura faz alguém que tem consigo a maior das riquezas a que algum ser humano pode alguma vez aspirar, e despreza esse tesouro, como se fosse um nada!” No último ponto da homilia, o prelado coloca a questão “Que se espera de alguém que quer viver como “baptizado no Espírito”?” A esta pergunta, são várias as respostas, em que predomina o se deixar “converter”, e “conduzir” pelo Espírito. Por fim, “que seja transparência do Espírito. Quer dizer: que aqueles quantos o encontrarem percebam a vida de que aquele cristão é portador, a vida de Deus, oferecida a todos”, acrescenta. O Bispo concluiu a homilia, vincando: “Somos baptizados no Espírito Santo. Recebemos o tesouro da vida nova de Jesus ressuscitado. Deixemo-nos converter pelo Espírito, conduzir por Ele, e sejamos transparência, anúncio, da vida nova que nos dá o nosso verdadeiro existir”. Leia a homilia na íntegra: https://www.diocesedofunchal.com/l/homilia-do-bispo-do-funchal-no-domingo-de-pentecostes2/