CDS na Câmara insiste no cartão ECO Funchal

Durante a reunião ordinária de Câmara, ocorrida esta manhã por videoconferência, a vereadora do CDS-PP na CM do Funchal, Ana Cristina Monteiro, questionou o executivo sobre as políticas ambientais da autarquia, mais concretamente sobre a implementação...

CDS na Câmara  insiste no cartão ECO Funchal
Durante a reunião ordinária de Câmara, ocorrida esta manhã por videoconferência, a vereadora do CDS-PP na CM do Funchal, Ana Cristina Monteiro, questionou o executivo sobre as políticas ambientais da autarquia, mais concretamente sobre a implementação de uma iniciativa proposta pelo CDS-PP, o Cartão ECO Funchal. Esta iniciativa pretende premiar os funchalenses pelo seu esforço na prática de medidas que melhoram a sustentabilidade e a qualidade ambiental do município, atribuindo-lhes um cartão onde podem acumular pontos por cada vez que procedam à entrega de resíduos como esferovite, lâmpadas, papel e cartão, equipamentos elétricos, plástico, monstros metálicos, baterias, entre outros numa estação de recolha municipal, como por exemplo a Estação de Transferência e Triagem de Resíduos Sólidos dos Viveiros, pontos esses que poderão ser convertidos, por exemplo, em descontos na fatura da água. O CDS-PP, pela voz de Ana Cristina Monteiro,  insiste, desde 2017, na implementação desta medida, pois acredita que o Cartão ECO Funchal irá trazer um benefício a todos os funchalenses, bem como ao próprio município, na implementação e promoção das boas práticas ambientais. A CMF iniciou, em 2019, um projeto piloto em 9 escolas do concelho e até à data foram recolhidos 25.000 Kg de embalagens e papel. O sucesso deste projeto só confirma a viabilidade da proposta do CDS-PP. Se a autarquia implementar esta iniciativa, criando o Cartão ECO Funchal, permitirá que todos os funchalenses usufruam das vantagens da sua utilização.