Covid-19: Maduro nomeia cantor de reggaeton como diretor de hospital de campanha

Nicolas Maduro escolheu um cantor de reggaeton para ocupar o cargo de diretor de um dos hospitais de campanha que o governo venezuelano criou para receber doentes assintomáticos com covid-19. De acordo com o Diário de Notícias de Lisboa, Antonio...

Covid-19: Maduro nomeia cantor de reggaeton como diretor de hospital de campanha
Nicolas Maduro escolheu um cantor de reggaeton para ocupar o cargo de diretor de um dos hospitais de campanha que o governo venezuelano criou para receber doentes assintomáticos com covid-19. De acordo com o Diário de Notícias de Lisboa, Antonio "El Potro" Álvarez , ex-jogador de basebol e político, dirigirá o Poliedro de Caracas, local usado - antes da crise - para grandes eventos culturais, desportivos e de entretenimento, e que agora serve para abrigar os portadores de vírus . "El Potro da Venezuela, presidente da Poliedro, agradeço por tudo o que estás a fazer. Vi-te vestido como um Robocop e como um astronauta. Potro, confio-te a saúde das pessoas de Poliedro ", disse Maduro na noite de sexta-feira. Este espaço, localizado no oeste de Caracas e com uma capacidade máxima de 20.000 pessoas, receberá inicialmente cerca de 900 pacientes que não apresentam nenhum dos sintomas da covid-19. Segundo escreve a mesma fonte, esta nomeação causou alvoroço nas redes sociais assim como nas fileiras da oposição, porque Álvarez não tem formação médica. O cantor de 41 anos foi ministro do Desporto entre janeiro de 2014 e abril de 2015. "A nomeação do cantor como diretor do 'hospital intermediário' contra as sugestões das academias é uma expressão do que temos e - o que é pior - do que virá se as coisas não mudarem drasticamente", afirmou o virologista Julio Castro, assessor da Comissão de especialistas em saúde da Assembleia Nacional.