Covid-19: Rússia já vacinou mais de 150.000 pessoas com a Sputnik-V

A Rússia já inoculou mais de 150.000 pessoas contra o novo coronavírus com a vacina de fabrico russo Sputnik-V, num processo iniciado a 05 de dezembro em Moscovo, anunciou hoje o centro que desenvolveu o fármaco. “Até hoje, a vacina já foi...

Covid-19: Rússia já vacinou mais de 150.000 pessoas com a Sputnik-V
A Rússia já inoculou mais de 150.000 pessoas contra o novo coronavírus com a vacina de fabrico russo Sputnik-V, num processo iniciado a 05 de dezembro em Moscovo, anunciou hoje o centro que desenvolveu o fármaco. “Até hoje, a vacina já foi recebida por mais de 150.000 habitantes do nosso país”, disse Alexandr Guintsburg, diretor do Centro Gamaleya, que desenvolveu a vacina Sputnik-V, à televisão pública. Guintsburg assinalou que a Rússia é o país onde foram vacinadas mais pessoas. As autoridades de saúde de Moscovo começaram a inocular os profissionais de saúde e do setor educativo, considerando que são as profissões de maior risco. O presidente russo, Vladimir Putin, ordenou o início da vacinação “em grande escala” em todo o país a partir de finais desta semana. Guintsburg disse recentemente que a partir de janeiro o país quer produzir pelo menos seis milhões de doses por mês e que em novembro de 2021 espera ter vacinado 70% da população. Nas últimas 24 horas a Rússia registou 27.927 casos de covid-19, mais de 10.000 dos quais em Moscovo e na segunda cidade do país, São Petersburgo. No mesmo período o país registou 562 mortes, elevando para 45.280 o número de óbitos desde o início da pandemia, em março. Com um total de 1.569.126 infetados, a Rússia é o quarto país com mais casos confirmados de covid-19, depois dos Estados Unidos, da Índia e do Brasil. A pandemia de covid-19, transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019 na China, provocou pelo menos 1.570.398 mortos resultantes de mais de 68,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço da agência France-Presse.