Derrota na AMRAM irrita Pedro Coelho

"Não volto a comentar o assunto", declarou o presidente de Câmara de Lobos, esta noite, ao JM. O presidente da Câmara Municipal de Câmara de Lobos reagia assim aos comentários que dão como certa a falta de solidariedade dos autarcas social-democratas...

Derrota na AMRAM irrita Pedro Coelho
"Não volto a comentar o assunto", declarou o presidente de Câmara de Lobos, esta noite, ao JM. O presidente da Câmara Municipal de Câmara de Lobos reagia assim aos comentários que dão como certa a falta de solidariedade dos autarcas social-democratas à sua candidatura à presidência da Associação de Municípios da Região Autónoma da Madeira. Derrotado na manhã desta sexta-feira por Ricardo Nascimento, Pedro Coelho deixou transparecer a sua desilusão ao longo do dia. E ao princípio da noite, disse mesmo que o PSD também perdeu. Foi num programa de comentário político na TSF em que participou com Miguel Silva Gouveia, o autarca socialista do Funchal que sugeriu a candidatura de Ricardo Nascimento, que viria a ser vencedora. Nesse programa, Pedro Coelho reconheceu o que durante o dia foi tema de conversa em círculos políticos: "Obviamente que vou tomar uma posição", anunciou Coelho. E acrescentou: "Somos do PSD, temos quatro presidentes de Câmara [...] e nesta linha eu perdi. Fui o candidato derrotado, mas o também o PSD perdeu". Mais tarde, convidado pelo JM a explicar o descontentamento, Pedro Coelho já não quis voltar ao assunto. "Não volto a comentar", disse.  Na eleição para a presidência da AMRAM estavam em causa 11 votos, o correspondente a cada presidente de Câmara presente. Pedro Coelho ainda alimentou expetativas e desenvolveu contactos para ser o eleito. Porém, não o conseguiu,. Dos 11 votos, Coelho apenas teve três contra seis de Ricardo Nascimento e dois votos brancos. Sendo assim, fica claro que nem conseguiu reunir os votos de todos os autarcas eleitos pelo PSD, neste caso os presidentes de Câmara de Lobos, Porto Santo, Calheta e São Vicente (que voltou a ser militante do PSD). Ora, à TSF, Coelho confirmou a versão que já corria durante o dia, de que não conseguiu garantir os votos de todos os autarcas do PSD. Disse mesmo que na sua candidatura votou ele próprio e um autarca da oposição concluindo que houve dois eleitos do PSD que não votaram na sua candidatura.