DGS vai emitir “muito brevemente” orientações sobre testes rápidos

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, garantiu hoje que está para “muito breve” a emissão de uma informação de pormenor para profissionais de saúde e população em geral sobre a aplicação e utilização de testes rápidos para a covid-19. Na...

DGS vai emitir “muito brevemente” orientações sobre testes rápidos
A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, garantiu hoje que está para “muito breve” a emissão de uma informação de pormenor para profissionais de saúde e população em geral sobre a aplicação e utilização de testes rápidos para a covid-19. Na conferência de imprensa de atualização de informação sobre a pandemia em Portugal, a responsável referiu que estes testes têm sido matéria de “grande investigação internacional e nacional”, motivo pelo qual a Direção-Geral da Saúde, o Infarmed e o Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge têm estado a trabalhar “muito” para verificar a capacidade de um teste rápido. “Reunimos, entretanto, um número grande de peritos e está para muito breve a publicação de dois documentos que são muito importantes. Uma circular normativa conjunta destas três instituições com indicações genéricas sobre os testes e em que situações se aplicam e uma orientação clínica, virada para os médicos, para saberem quando podem e devem aplicar estes testes”, disse. Graça Freitas sublinhou que estas orientações demoraram o seu tempo a elaborar porque o objetivo é que estes testes façam um diagnóstico acertado. Apesar de representarem uma evolução tecnológica, estes carecem de uma avaliação, que demora o seu tempo, reforçou, acrescentando que as informações sobre os mesmos serão disponibilizadas à população em geral e aos clínicos “muito brevemente”.