Isabel Garcês empenhada em ajudar a levar o PS às vitórias eleitorais em 2023 e 2025

Isabel Garcês apresentou, hoje, a sua candidatura à liderança da Concelhia do Funchal do Partido Socialista.  Na iniciativa, que teve lugar na sede do PS Madeira, a candidata às eleições do próximo dia 25 deste mês assumiu o desiderato de contribuir...

Isabel Garcês empenhada em ajudar a levar o PS às vitórias eleitorais em 2023 e 2025
Isabel Garcês apresentou, hoje, a sua candidatura à liderança da Concelhia do Funchal do Partido Socialista.  Na iniciativa, que teve lugar na sede do PS Madeira, a candidata às eleições do próximo dia 25 deste mês assumiu o desiderato de contribuir ativamente na construção de um caminho de vitória para o PS nas Eleições Legislativas Regionais de 2023 e nas Autárquicas de 2025, agora que fica concluído o processo de organização interna do partido, na sequência do congresso que consagrou Sérgio Gonçalves como presidente. "Os Funchalenses esperam de nós um Partido Socialista unido e focado em prol da construção de uma alternativa sólida e construtiva de uma Madeira e um Funchal Melhor", afirmou Isabel Garcês, frisando que "temos o dever e a obrigação de colocar toda a nossa energia, competência e empenho na construção de um projeto político socialista na Região, na procura incessante da melhoria da qualidade de vida de cada funchalense e madeirense". A candidata, que integrou a equipa da anterior direção concelhia, presidida por Gonçalo Jardim, assume a continuidade do projeto, pretendendo contribuir positivamente para a construção de um Funchal mais solidário, democrático, livre, culturalmente ativo, socialmente justo e com respeito pelo ambiente, num trabalho de equipa e em rede. Entre as principais linhas programáticas que defende, a candidatura liderada por Isabel Garcês quer desenvolver uma ação coordenada com as estruturas do partido, com as secções, eleitos na vereação da Câmara do Funchal, nas assembleias de freguesia, Assembleia Municipal, militantes e simpatizantes, e garante querer valorizar a participação e militância, sem esquecer a abertura a simpatizantes que partilhem dos valores do socialismo e ambicionem uma mudança efetiva. "Toda a gente é importante para ganharmos a Madeira em 2023 e o Funchal em 2025. Ninguém pode ficar para trás", frisou. Isabel Garcês centrou também as suas atenções no projeto autárquico e no escrutínio da vereação na Câmara do Funchal. "A Autarquia do Funchal merece e precisa de voltar a ter uma aposta na área social que seja verdadeiramente transformadora e empoderadora, de modo a criar condições para romper os ciclos de pobreza", sustentou. O ambiente e a mobilidade são também preocupações da candidata, que entende que o Funchal tem de voltar a ser uma referência nestes campos. "É urgente reforçar as boas práticas ambientais, nomeadamente na dimensão da educação ambiental, sustentabilidade, qualidade do ar e da água, eficiência energética, limpeza e manutenção de espaços públicos. O PS Funchal quer uma cidade que invista no ambiente e torne cada freguesia um melhor lugar para se viver", referiu. Disse ainda que, com a sua liderança, "exigiremos que se continue a investir no melhor da nossa terra, que é o capital humano e cultural do Funchal, dando continuidade e fazendo cumprir o Plano Estratégico da Cultura 2021 – 2031 com atividades e iniciativas para a preservação e identidade cultural, sem descurar a aposta nas atividades inovadoras e diversas de expressão cultural". A habitação e a reabilitação urbana foram também duas áreas prioritárias apontadas. Isabel Garcês aproveitou ainda para agradecer ao deputado à Assembleia da República e vice-presidente do PS Madeira, Miguel Iglésias, por ter aceitado o convite para ser mandatário da sua candidatura. Dirigiu também agradecimentos às pessoas que têm manifestado o apoio à sua candidatura, entre as quais Paulo Cafôfo, Duarte Caldeira, Maria Júlia Ferreira, Maximiano Martins, Rita Pestana, Marta Freitas, Duarte Caldeira Ferreira, Gonçalo Aguiar e Luísa Paolinelli. Por seu turno, Miguel Iglésias, mandatário da candidatura, evidenciou a competência e a capacidade política de Isabel Garcês, destacando o seu perfil afirmativo e a forma combativa como se tem lançado na defesa dos valores e princípios do PS. Miguel Iglésias, que já foi também presidente da concelhia do PS Funchal, sublinhou a disponibilidade constante de Isabel Garcês para ajudar os militantes e contribuir para as batalhas eleitorais do partido.