JS com várias propostas de alteração ao Orçamento do Estado para 2021

Assegurar melhores condições para as novas gerações no que diz respeito ao acesso ao ensino superior e à habitação, bem como na conciliação da vida profissional com a vida pessoal e familiar, são os objetivos das propostas de alteração ao Orçamento...

JS com várias propostas de alteração ao Orçamento do Estado para 2021
Assegurar melhores condições para as novas gerações no que diz respeito ao acesso ao ensino superior e à habitação, bem como na conciliação da vida profissional com a vida pessoal e familiar, são os objetivos das propostas de alteração ao Orçamento do Estado para 2021, apresentadas pelos deputados da Juventude Socialista na Assembleia da República. Através da bancada parlamentar do PS, os jovens socialistas propõem o congelamento das propinas em todos os ciclos de estudos, assegurando que, no ano letivo 2021/2022, o valor a fixar não seja superior ao fixado para 2019/2020, ano em que foram reduzidas em cerca de 20%, dando sequência à trajetória gradual e sustentada de democratização do acesso ao ensino superior promovida pelo Governo. Por outro lado, a JS pretende que, no âmbito dos objetivos comuns definidos para a gestão dos serviços públicos, o Governo disponibilize informação sobre as medidas adotadas pela Administração Pública no domínio da conciliação da vida profissional com a vida pessoal e familiar, promovendo a replicação de boas práticas entre os serviços. Outra proposta preconiza um reforço do orçamento do Programa Porta 65 em um milhão de euros, face ao valor inicialmente proposto pelo Executivo. Refira-se que a Juventude Socialista tem atualmente sete deputados na Assembleia da República, incluindo Olavo Câmara, o jovem deputado madeirense e presidente da JS-Madeira, fazendo do PS o partido com o maior número de jovens eleitos no Parlamento nacional. Para Olavo Câmara, esta forte representação da JS «permite termos um peso na aceitação e aprovação das nossas propostas», sendo que, ao longo dos últimos dois anos, têm sido vários os exemplos de iniciativas que são bandeiras da JS que os jovens têm conseguido colocar na agenda política. No entender do jovem deputado, «a discussão dos Orçamentos do Estado tem sido um momento predileto de afirmação da nossa capacidade interventiva e da implementação de uma agenda jovem do Partido Socialista». Tal como refere, estas propostas «vêm melhorar ainda mais o Orçamento do Estado e responder a alguns dos problemas que os jovens enfrentam no dia a dia, principalmente em três grandes áreas que são fulcrais para a juventude: Educação, Emprego e Habitação».