Mundial2022: Rafael Leão diz que jogos com Irlanda e Sérvia são “finais para ganhar”

O avançado Rafael Leão considerou hoje que as últimas duas partidas de qualificação para o Mundial2022 de futebol, com República da Irlanda e Sérvia, são “duas finais para Portugal ganhar e terminar no primeiro lugar” do grupo A. No dia que...

Mundial2022: Rafael Leão diz que jogos com Irlanda e Sérvia são “finais para ganhar”
O avançado Rafael Leão considerou hoje que as últimas duas partidas de qualificação para o Mundial2022 de futebol, com República da Irlanda e Sérvia, são “duas finais para Portugal ganhar e terminar no primeiro lugar” do grupo A. No dia que marcou o início da preparação para a dupla jornada diante de irlandeses e sérvios, o jogador dos italianos do AC Milan, de 22 anos, foi o porta-voz da equipa das ‘quinas’ em conferência de imprensa. “Sabemos que a República da Irlanda é muito forte e competitiva, mas vamos entrar com vontade de ganhar, respeitamos o adversário e sabemos que é muito importante vencer o primeiro jogo para ficarmos em primeiro do grupo”, observou o ponta de lança. Segundo Rafael Leão, o selecionador luso, Fernando Santos, “tem transmitido que são duas finais para ganhar e que Portugal não joga para empatar”. O avançado luso, que até ao momento soma duas internacionalizações 'AA', falou da experiência de atuar ao lado do sueco Zlatan Ibrahimovic, no AC Milan, e de Cristiano Ronaldo, na seleção, mas admitiu a preferência por jogar ao lado do compatriota. “Acho que tive uma boa prestação pela seleção. Estou cá para ajudar, sou mais um para aprender com todos os que estão aqui. São dois jogadores que admiro muito, tento sempre aprender com eles. Fico mais contente por partilhar o campo com Cristiano, porque é um jogador que admiro muito”, confessou. Por fim, foi questionado sobre a posição em que se sente mais confortável na frente de ataque, revelando que “não interessa se é na esquerda, direita ou a ponta de lança”, pelo que está "disponível para ajudar onde ‘mister’ quiser”. Portugueses e sérvios são os únicos com possibilidades de se apurarem diretamente para o Mundial2022, tendo em conta que Luxemburgo (seis pontos), República da Irlanda (cinco) e Azerbaijão (um) já estão matematicamente afastados da corrida à fase final do torneio. Se vencer ou empatar em Dublin, na quinta-feira, a formação das ‘quinas’ só precisa de pontuar face à Sérvia para se qualificar diretamente e, se perder com os irlandeses, necessita de bater os sérvios, no sábado. A fase de grupos da qualificação europeia termina este mês e o vencedor de cada um dos 10 grupos apura-se diretamente para a fase final, enquanto os segundos classificados vão disputar os ‘play-off’ de apuramento, aos quais se juntarão dois vencedores de grupos da Liga das Nações que não consigam qualificar-se diretamente para a fase final ou para os ‘play-off’. Destas 12 equipas presentes nos ‘play-off’, que serão disputados em março de 2022, sairão os últimos três representantes europeus no próximo Campeonato do Mundo, que vai decorrer no Qatar, entre 21 de novembro e 18 de dezembro de 2022.