Pandemia arrasa transportes mas diminui acidentes e poluição

Retrato estatístico aos efeitos da pandemia revela impactos duríssimos em vários setores, com o indicador da atividade económica no vermelho desde março e o valor de faturação a cair 21,9%. Os dados mais recentes da avaliação ao impacto da...

Pandemia arrasa transportes mas diminui acidentes e poluição
Retrato estatístico aos efeitos da pandemia revela impactos duríssimos em vários setores, com o indicador da atividade económica no vermelho desde março e o valor de faturação a cair 21,9%. Os dados mais recentes da avaliação ao impacto da covid-19 revelam um impacto fortíssimo na economia regional, desde logo a começar pelo Turismo, onde os efeitos são “devastadores”, e pelos Transportes, que sofreram quebras em todas as vertentes. Os indicadores da Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM), a que o JM-Madeira teve acesso, introduzem nesta análise os dados do sistema E-fatura, uma informação fiscal que mostra também a dimensão do impacto da pandemia na economia regional. Entre março e novembro do ano passado, a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) reportou uma quebra de 21,9% no valor da faturação em termos homólogos. A Madeira foi, depois do Algarve, a segunda região mais afetada, com a média nacional a se fixar nos -14,8%.