PJ deteve dois homens nos Açores por de burla qualificada

Numa nota enviada à redação, a Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal dos Açores, informa que procedeu à detenção de dois homens, de 43 e 53 anos de idade, por fortes indícios da prática dos crimes de burla qualificada,...

PJ deteve dois homens nos Açores por de burla qualificada
Numa nota enviada à redação, a Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal dos Açores, informa que procedeu à detenção de dois homens, de 43 e 53 anos de idade, por fortes indícios da prática dos crimes de burla qualificada, usurpação de funções e falsificação de documentos, no cumprimento de mandados de detenção emitidos pelo Ministério Público do DIAP da Comarca dos Açores. Segundo esclarece a PJ, a investigação reporta-se a factos ocorridos entre os anos de 2017 e 2020, período em que os arguidos, com diferentes graus de participação, burlaram várias pessoas, produzindo-lhes um prejuízo patrimonial total de dezenas de milhares de euros. “Para o efeito, um dos arguidos, que se apresentava como solicitador - condição que não possui – foi contratado pelos ofendidos, para mediar transações de compra de imóveis e de terrenos. Na concretização do logro, o segundo arguido desempenhava diversos papeis, num dos casos o de suposto representante legal do vendedor e, noutra situação, o de agente de execução, no âmbito de uma ação judicial de penhora de bens”, explicita. Os detidos foram presentes às Autoridades Judiciárias, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de proibição de contatar com as vítimas. Ao detido de 43 anos foi igualmente aplicada a medida de coação de apresentações diárias no OPC da área de residência.