Roberto Vieira diz que Câmara do Funchal mentiu no âmbito dos manuais escolares

O deputado municipal Roberto Vieira considera que a autarquia funchalense mentiu no âmbito do apoio de manuais escolares a alunos do ensino secundário, numa nota enviada à redação do JM Madeira. Leia a nota na íntegra: "A Câmara Municipal do...

Roberto Vieira diz que Câmara do Funchal mentiu no âmbito dos manuais escolares
O deputado municipal Roberto Vieira considera que a autarquia funchalense mentiu no âmbito do apoio de manuais escolares a alunos do ensino secundário, numa nota enviada à redação do JM Madeira. Leia a nota na íntegra: "A Câmara Municipal do Funchal anunciou que iria apoiar a aquisição dos livros escolares do 10º, 11º e 12º ano, contudo o prazo para pedir este apoio, termina hoje e a escola já começou no dia 10 de setembro, como tal os pais dos alunos já adquiriram os livros, alguns com dinheiro emprestado, outros com grande sacrifício, ou com a compra de livros de segunda mão… O deputado independente Roberto Vieira, questionou a vice-presidente da Câmara, se com a apresentação do recibo da compra dos livros, os pais podiam pedir o reembolso à Câmara Municipal, o que de imediato a Sra vice- presidente respondeu que não, o que torna claro que esta medida anúnciada foi apenas para a campanha eleitoral do partido socialista. Entendemos que a Câmara Municipal, ao fazer este anúncio, deveria ter em conta que a maioria dos alunos já compraram os livros e que dessa forma, também deveria estar garantida a devolução do valor gasto pelos pais. Não se pode brincar à politica, quando numa altura difícil, em que os pais contam o orçamento familiar, a Câmara anuncia um apoio, que só terá efeito para o ano que vem, mentindo descaradamente, apenas porque lhes dá jeito em tempo de eleições. Tenham vergonha sres socialistas, não briquem com o povo!"