Santa Cruz poderia fazer mais se o Governo "pagasse o que deve"

O presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, que acaba de ser empossado, afirmou que a população soube dar a resposta aos que, da oposição, "mentiram descaradamente". No uso da palavra, numa cerimónia que decorreu na praça em frente ao Município,...

Santa Cruz poderia fazer mais se o Governo
O presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, que acaba de ser empossado, afirmou que a população soube dar a resposta aos que, da oposição, "mentiram descaradamente". No uso da palavra, numa cerimónia que decorreu na praça em frente ao Município, Filipe Sousa acusou a oposicão de ter tentado confundir as pessoas, misturando competências, culpando a Câmara por políticas falhadas do Governo. Governo que não foi convidado para esta cerimónia, como aliás, aconteceu há quatro anos. O reeleito presidente da Câmara pelo JPP, lamentou que a oposicão não tenha tido vergonha e a decência de falar a verdade e dizer, com honestidade, o que cabe uma Câmara fazer e o que cabe um Governo cumprir. Filipe Sousa criticou ainda o facto de a oposição ter tentado fazer esquecer que Santa Cruz poderia ir mais além "se o Governo nos pagasse o que deve". Ao todo, são quase oito milhões de euros "que estão a roubar a Santa Cruz", denunciou o edil. Felizmente, prosseguiu, a população está bem informada e não se deixa ir na cantiga do bandido". Santa Cruz tem hoje o que nunca teve, defendeu ainda Filipe Sousa na sua tomada de posse. Dos presidentes eleitos, apenas Ricardo Franco, de Machico e Emanuel Câmara, do Porto Moniz, marcaram presença na cerimónia de tomada de posse dos órgãos autárquicos do concelho de Santa Cruz. Cerimónia que começou às 18h e ainda decorre, com Filipe Sousa já na fase final da sua intervenção.