Sobrevivência do Covid-19 em diferentes superfícies

Segundo um estudo, o Covid-19 pode sobreviver entre horas a dias em diferentes superfícies. Este um foco de contágio são aquelas tocadas por doentes infetados. O estudo publicado em janeiro, no Journal of Hospital Infection, revela que  o alumínio,...

Sobrevivência do Covid-19 em diferentes superfícies
Segundo um estudo, o Covid-19 pode sobreviver entre horas a dias em diferentes superfícies. Este um foco de contágio são aquelas tocadas por doentes infetados. O estudo publicado em janeiro, no Journal of Hospital Infection, revela que  o alumínio, a uma temperatura de 21ºC, o novo coronavírus resiste até oito horas. Já numa superfície em PVC ou cerâmica, por exemplo nos azulejos, chega a ter uma vida até cinco dias. Por exemplo, um livro pode ajudar a disseminar a doença Covid-19 à temperatura ambiente e o vírus coronavíorus poderá sobreviver até cinco dias no papel. Já no plástico, o vírus resiste até cinco dias, baixando um dia em vidro e madeira.. No metal: dura até cinco dias, numa temperatura dos 21ºC aos 25ºC. Os investigadores. revelaram, ainda, que os coronavírus humanos podem permanecer infecciosos em superfícies inanimadas, a uma temperatura ambiente, até nove dias, Para cima de uma temperatura de 30ºC ou mais, a duração da persistência é mais curta.  Ainda segundo o estudo publicado no último dia de janeiro, o impacto da Covid-19 ainda só se fazia sentir na China e são apenas valores indicativos.