Treinador da Juventus garante que combinou com Ronaldo deixá-lo no banco

O treinador da Juventus, Massimiliano Allegri, garantiu hoje que combinou com Cristiano Ronaldo deixá-lo no banco de suplentes no desafio da primeira jornada da I Liga italiana, que a sua equipa empatou 2-2 com a Udinese. “O Cristiano está...

Treinador da Juventus garante que combinou com Ronaldo deixá-lo no banco
O treinador da Juventus, Massimiliano Allegri, garantiu hoje que combinou com Cristiano Ronaldo deixá-lo no banco de suplentes no desafio da primeira jornada da I Liga italiana, que a sua equipa empatou 2-2 com a Udinese. “O Cristiano está bem. Falei com ele e, considerando as condições físicas de todos, disse-lhe que começaria no banco e que precisaríamos dele na segunda parte”, disse Allegri no final do encontro, em declarações à televisão italiana DAZN. O treinador dos ‘bianconeri’ frisou que o internacional português “mostrou disponibilidade”, além de que “entrou bem e teria marcado”, mas lembrou que “não se trata de uma questão técnica”, mas sim de “perceber o momento e as condições físicas” dos jogadores. “Temos muitos jogos e é necessário gerir todos” os jogadores, justificou o técnico. Cristiano Ronaldo entrou em campo aos 60 minutos e marcou de cabeça, aos 90+5, o golo que seria o 3-2 para os visitantes, anulado pelo videoárbitro por fora de jogo. Antes disso, a Juventus chegou a uma vantagem de 2-0 na primeira parte, com golos de Paulo Dybala (03) e Guillermo Cuadrado (23), mas a Udinese recuperou graças aos tentos do argentino Roberto Pereyra (51, grande penalidade) e do espanhol Gerard Deulofeu (83), após um erro do guarda-redes da ‘Juve’, Wojciech Szczesny.