Treinador Vitor Pereira condenado a 8 meses de prisão com pena suspensa

O Tribunal Criminal de Atenas condenou Vítor Pereira a oito meses de prisão por incitação à violência quando era treinador do Olympiakos. Em causa estão as provocações do técnico português antes do dérbi com o Panathinaikos junto dos adeptos...

Treinador Vitor Pereira condenado a 8 meses de prisão com pena suspensa
O Tribunal Criminal de Atenas condenou Vítor Pereira a oito meses de prisão por incitação à violência quando era treinador do Olympiakos. Em causa estão as provocações do técnico português antes do dérbi com o Panathinaikos junto dos adeptos do clube rival, em fevereiro de 2015, escreve o A Bola. A mesma publicação lembra que, antes do início do jogo, Vítor Pereira deslocou-se junta da baliza mais próxima da claque Porta 13, do Panathinaikos, que em resposta a um gesto do português atirou objetos e engenhos pirotécnicos para o relvado. Seguiu-se invasão de campo e Vítor Pereira foi obrigado a refugiar-se no túnel até que as autoridades repusessem a normalidade. O encontro terminou com o triunfo (2-1) do Panathinaikos, porém, os três pontos acabaram por ser retirados pela Federação Grega de Futebol por comportamento incorreto do clube, que foi ainda condenado ao pagamento de uma multa de 100 mil euros e à realização de dois jogos à porta fechada. Vítor Pereira, que orienta atualmente o Shanghai SIPG, da China, acabou por sagra-se campeão com o Olympiakos nessa temporada.